Almoço de domingo: Tagine de carneiro com amêndoas, ameixa e damasco


Apesar de não ter (ainda!) uma panela marroquina para tagines... estamos gostando (e muito!) de testar diferentes receitas. Acho que nunca comprei tanta carne de carneiro quanto no último ano.
As combinações nos tagines podem parecer um tanto quanto exóticas, mas são sabores bem diferentes (e bons!). Só não experimentamos comer com as mãos...Ainda!
A receita foi ligeiramente adaptada do livro "Flavours of Morocco".

Tagine de carneiro com amêndoas, ameixa seca e damasco

1-2 colheres (sopa) de azeite de oliva
2 colheres (sopa) de amêndoas branqueadas (mergulhar em água fervente para retirar a casca)
2 cebolas roxas, bem picadas
2-3 dentes de alho, bem picados
um pedaço de gengibre fresco, sem casca e bem picado (ou ralado)
pistilos de açafrão
2 paus de canela
1-2 colheres (chá) de sementes de coentro, esmagadas
500g de carne de carneiro (paleta) sem gordura e dessossada, cortada em cubos
12 ameixas secas e 6 damascos secos, deixados de molho em água fria por 1 hora e drenados
3-4 tiras de casca de laranja (sem a parte branca)
1-2 colheres (sopa) de mel
folhas de coentro fresco picadas
sal e pimenta do reino moída na hora

Aqueça o azeite na base da panela para tagine ou em uma caçarola com fundo grosso. Junte as amêndoas e cozinhe, mexendo até que fiquem douradas. Junte as cebolas e o alho e refogue até que comecem a dourar. Acrescente o gengibre, açafrão, canela e sementes de coentro. Junte o carneiro e refogue por 1 a 2 minutos, mexendo bem para incorporar os outros ingredientes.
Cubra com água (o suficiente para cobrir a carne) e deixe ferver. Reduza o fogo, coloque a tampa do tagine (ou da caçarola) e cozinhe por 1 hora, até que a carne esteja macia.
Junte as ameixas, damasco e as cascas de laranja, recoloque a tampa e cozinhe por mais 15 a 20 minutos.
Acrescente o mel, misture e tempere com sal e pimenta, cubra e cozinhe por mais uns 10 minutos.
Certifique-se de que há líquido suficiente na panela para que o molho fique cremoso e caramelizado, e não seco.
Coloque metade das folhas de coentro e misture bem.
No momento de servir polvilhe o restante das folhas de coentro e acompanhe com couscous marroquino.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.